10 out 2017

Argentina poderá exportar carne de aves ao Canadá

Argentina podrá exportar carne de ave a Canadá


AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

A Agência de Inspeção de Alimentos do Canadá (CFIA) confirmou a aprovação dos requisitos sanitários para a certificação de embarques de carne de aves argentina ao país. Isso significa que a Argentina pode ingressar em um novo mercado com um potencial de até 10.000 toneladas de carne de aves.

A partir do conhecimento da decisão do governo canadense, o ministro argentino de Relações Exteriores, Jorge Faurie, expressou sua satisfação “por ter concretizado esse passo, que fortalecerá nosso comércio com o Canadá”.

Além disso, o chanceler informou em nota que se continuará cumprindo a indicação do presidente Mauricio Macri de crescer, exportar e ser o supermercado do mundo.

Esta nova abertura comercial com o Canadá faz parte da estratégia do governo argentino para aumentar a presença dos produtos produzidos no país nas gôndolas do mercado mundial.

Além disso, o ministro Jorge Faurie declarou que “É também uma nova demonstração do exitoso trabalho conjunto do Ministério das Relações Exteriores com o Ministério da Agroindústria e SENASA para acelerar o acesso de produtos argentinos com alta qualidade e valor agregado aos mercados internacionais”.

A partir deste momento, a Argentina pode enviar a lista das empresas avícolas autorizadas e que manifestem interesse em exportar ao Canadá. Depois, o CFIA terá 4 dias úteis para publicá-la em seu site e, a partir desse instante, ficará confirmada a lista de empresas habilitadas em caráter oficial.

Os números indicam que o Canadá importa aproximadamente 70 mil toneladas de carne de ave ao ano, sendo os principais países fornecedores Estados Unidos, Tailândia e Brasil.

O presidente do Centro de Empresas Processadoras Avícolas (CEPA), Roberto Domenech, afirmou que a decisão “é muito boa e está em sintonia com o que estávamos esperando”.

Alem disso, Domenech manifestou que “O mercado do Canadá tem potencial de 10 mil toneladas ao ano e compra produtos como o peito de frango, que tem bastante valor agregado”. – Medio – Télam.

Para Domenech, “esta é uma grande oportunidade em um contexto onde estamos ganhando posições nos mercados e os preços da carne de aves em nível internacional são altos”.

“Hoje o setor está muito bem no que se refere à competitividade para exportar”, indicou o presidente do CEPA. “A tonelada de peito está a US$2600, isso nos permite margens razoáveis para competir no mercado canadense”, completou.

Nessa linha, o líder argentino expôs que “Há momentos nos quais estivemos muito melhor, porém estamos melhor em relação a um ano, sobretudo pelas melhoras nos preços internacionais, porém, também devido ao aumento dos reembolsos, que passaram de 3% a 5%”.

Esta transação vem sido gerida desde novembro de 2016, após uma reunião realizada em Buenos Aires pelo presidente da Argentina, Mauricio Macri e o primeiro Ministro do Canadá, Justin Trudeau. Ambos mandatários determinaram os setores nos quais se aprofundariam as relações econômicas e as transações comerciais.

Sem dúvida, a abertura do mercado canadense é uma grande oportunidade comercial para a indústria avícola argentina, atenuando a crise do setor avícola do país, ampliando o volume de carne de aves embarcado para novos mercados, graças a seu status sanitário libre de Influenza Aviária e da Doença de Newcastle.

Diamond V


NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Abril 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies