23 fev 2018

Argentina: Avícola La Montaña inova com instalação fotovoltaica

Argentina: Avícola “La Montaña” innova con instalación fotovoltaica La Montaña


AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

A ministra de Produção, Trabalho e Desenvolvimento Sustentável da Província, Paula Bibini, visitou as instalações de geração de energia solar fotovoltaica da granja avícola La Montaña, instalada em La Silleta en Salta, Argentina – informação do Governo da Província de Salta.

A estrutura está preparada para gerar 150 kW que garantem o autoabastecimento de eletricidade e, ainda, destinar o excedente à rede pública. Durante a visita, a ministra esteve acompanhada pelo secretário de Energia, Marcelo Juri, e pela diretora geral de Energias Renováveis, Gisela Gallucci.

Este é um projeto totalmente inovador da granja avícola La Montaña, que promete ser pioneiro na Argentina. Trata-se da construção de uma planta fotovoltaica que, aproveitando as vantagens da lei provincial de Equilíbrio Líquido, permitirá à empresa cobrir suas necessidades de energia e, eventualmente, gerar excedentes para vender à empresa distribuidora.

A instalação fotovoltaica na granja avícola foi dimensionada para uma CC (corrente contínua) de 170 kWp (kilowatt pico) que entregará uma potência nominal de 150 kW em CA (corrente alternada). Para este projeto foram utilizados módulos de 315 W (watt), dentro das determinações da lei provincial Nº 7824, de Equilíbrio Líquido Eletricitário, que permite ao usuário compensar seus consumos com eletricidade gerada por fontes renováveis e, no caso de existir excedentes, vender os mesmo à empresa distribuidora do serviço. – Site – El Intra.

A energia solar fotovoltaica consiste na conversão da luz em eletricidade, Este processo é conseguido com alguns materiais que têm a propriedade de absorver fótons e emitir elétrons.  O processo de obtenção de energia do sol implica, então, que a luz do sol (composta por fótons) incide nas células fotovoltaicas da placa, criando-se, desta forma, um campo de eletricidade entre as camadas. Assim, gera-se um circuito elétrico.

Esta granja avícola tem quase 40 anos, pertence ao empresário Francisco Escudero e tem capacidade para 350 mil galinhas. Também possui uma planta de adubo orgânico à base de esterco. Isto lhe permite comercializar um subproduto que respeita o ciclo biológico e ambiental. Desta maneira, a granja contribui com o meio ambiente oferecendo seu grão de areia.

Por essa razão, em 2012 a granja recebeu o prêmio Excelência Agropecuária, que anualmente é outorgado pelo diário La Nación e pelo Banco Galicia, após realizar um investimento milionário para converter em adubo orgânico o esterco produzido pelas galinhas poedeiras, que são sua principal atividade. Anos antes haviam incorporado equipamentos para gerar sua próprio ração, que também é comercializada com outras avícolas da região. – Site – inSalta.

O secretário de Energia, Marcelo Juri, destacou que com o investimento que está sendo feito com este projeto, “La Montaña vai ter a maior planta do país de geração fotovoltaica no regime de Equilíbrio Líquido. E não titubeou em destacar a aposta dos proprietários da empresa, que estão realizando a obra com financiamento totalmente próprio. “Os estabelecimentos avícolas são grandes consumidores de energia elétrica, já que além dos maquinários devem manter as luzes de seus pavilhões acesas durante toda a noite”, acrescentou.

Para o secretário de energia da Argentina, este modelo poderia ser imitado por outras empresas e indústrias, para avançar no cumprimento dos níveis obrigatórios de geração a partir de fontes renováveis, previstos na legislação nacional.

Diamond V


NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Julho 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies