22 jul 2019

Vendas de antibióticos veterinários caem 32,4 % na Espanha

antibióticos

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

O consumo total de antibióticos no âmbito da saúde humana registrou baixa de 7,2 % (2 DHD ou Doses Diárias Definidas por cada 1.000 habitantes e dia) na Espanha, entre 2015 e 2018, enquanto as vendas de antibióticos veterinários caíram 32,4 % entre 2014 e 2017.

A informação é revelada a partir da análise dos últimos dados coletados durante o PRAN (Plano Nacional contra a Resistência aos Antibióticos), do Ministério da Saúde Consumo e Bem-estar Social (MSCBS). Os números confirmam a tendência decrescente registrada em ambas taxas nos últimos anos.

O cálculo global do consumo em saúde humana inclui os antibióticos do grupo J01 da clasificação ATC utilizados em hospitais e âmbito comunitário. No setor público (receita oficial do Sistema Nacional de Saúde, receita privada e mútuas), a Espanha registrou baixa de 7,4 % (1,9 DHD, más de 3 millones de envases menos) no consumo de antibióticos entre 2015 e 2018.

Trata-se de um progresso muito significativo, considerando-se que 93 % do consumo nacional de antibióticos em saúde humana ocorre neste âmbito. Por outro lado, a queda de 0,2 % (0,06 DHD, mais de 3 milhões de doses únicas a menos) registrada em hospitais durante o mesmo período freia a tendência crescente observada nos últimos anos neste setor.

Em sanidade animal, a redução de 32,4 % registrada nas vendas de antibióticos veterinários foi calculada a partir dos dados fornecidos por laboratórios farmacêuticos.

A baixa é atribuída, de maneira direta, ao trabalho das empresas ligadas aos Programas REDUCE, criados a partir do PRAN em suínos, avicultura de corte, cunicultura, gado de corte, gado leiteiro, ovino e caprino. A iniciativa já conseguiu uma redução de 97,18 % do consumo de colistina em suíno (2015-2018) e redução de 71 % no consumo total de antibióticos em avicultura de corte (2015-2018).

A evolução do consumo no PRAN

A média espanhola de consumo de antibióticos em saúde humana passou das 28 DHD registradas em 2015, às 26,1 DHD contabilizadas em 2018. No caso das vendas de antibióticos veterinários, com a redução de 32,4 %, a Espanha passa dos 418,8 mg/PCU (miligramas de princípio ativo por Unidade de Correção de População) contabilizados em 2014, aos 283,1 mg/PCU de 2017. Em qualquer caso e à espera de que a base de dados ESAC-Net e o projeto ESVAC atualizem seus números, a Espanha continua se posicionando entre os países com maior consumo de antibióticos na União Europeia, tanto na medicina humana, como veterinária.

A redução do consumo registrada nos últimos anos coincide com o desenvolvimento do primeiro PRAN (2014-2018), recentemente ampliado com uma segunda etapa (2019-2021). Todas as comunidades autônomas, 8 ministérios e mais de 300 especialistas trabalham juntos nesta estratégia One Health, coordenada pela Agência Espanhola de Medicamentos e Produtos Sanitários (AEMPS), lligada ao MSCBS, junto com o Ministério da Agricultura, Pesca e Alimentação (MAPA).

Desde 2014 o PRAN trabalha com o objetivo de frear o desenvolvimento e a disseminação da resistência bacteriana e, com essa meta, direciona suas medidas para a redução do consumo de antibióticos. Neste contexto, o plano nacional desenvolve e apoia iniciativas voltadas à redução da necessidade de uso dos antibióticos através da prevenção das infecções, além de ações voltadas a melhorar o uso dos antibióticos em diferentes âmbitos.

Entre as iniciativas voltadas à prevenção, destaca-se a difusão de programas para a higiene das mãos e s boas práticas pecuárias, assim como o desenvolvimento de atividades para a formação dos profissionais de saúde e a conscientização da população. Na categoria de ações voltadas a melhorar o uso dos antibióticos, destaca-se a implantação generalizada dos Programas de Otimização de Uso de Antibióticos (PROA) em hospitais, Atenção Primária e centros de internação, além do desenvolvimento dos Programa REDUCE em diferentes setores pecuários.

Para difundir todos esses projetos, divulgar seus avanços e melhorar a conscientização sobre o problema da resistência foi lançado o site ‘Mapas de consumo’ onde se pode consultar, em tempo real, todas os números de consumo de antibióticos em saúde humana através de um app . Trata-se da primeira ferramenta online em seu gênero, que permite buscas por âmbito, ano, tipo de antibiótico e comunidade autônoma.

Fonte: Plano Nacional Resistência a Antibióticos




MERCADO +

DataProdutoValor
07/08/2020 Congelado +
(kg)
R$ 4,94
07/08/2020 Resfriado +
(kg)
R$ 4,94

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
27 - 31/07/2020 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 83,91
R$ 104,32

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Junho 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


aviagen
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies