27 abr 2020

ALA celebra 50 anos de trabalhos pela avicultura continental

Ala 50 anos


Diamond V

Representantes das diversas organizações de produtores e exportadores de nações produtoras avícolas celebraram no último dia 23/4, os 50 anos de fundação da ALA (Associação Latino-americana de Avicultura), que congrega todas as entidades dos países produtores de aves, ovos e material genético avícola da América Latina.

Fundada em 23 de abril de 1970 em Buenos Aires (Argentina), a ALA comemora meio século de existênciacom histórias de pioneirismo e importantes conquistas, fundamentada no estímulo à pesquisa e ao desenvolvimento da ciência avícola, à produtividade setorial e unificação e esforços para o desenvolvimento da avicultura da América Latina.

Ala 50 anos

Atualmente com sede em San José, na República Dominicana, a entidade fomenta o desenvolvimento  setorial por meio de debates técnicos e de mercados, campanhas setoriais e a realização de grandes eventos, como o OVUM (antigo Congresso Latino-americano de Avicultura).

Presidente da ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal), Francisco Turra também é vice-presidente da ALA. Ele destaca que a América Latina é um dos principais alicerces para a avicultura global e que, neste sentido, o trabalho altamente profissionalizado empregado nos diversos polos do continente, com foco em eficiência produtiva, qualidade, preservação do status sanitário e bem-estar animal coloca os países membros na vanguarda mundial, sob diversas perspectivas.

“A ALA é o palco da integração dos esforços para estas conquistas.  Desde os anos 70, fortes investimentos em pesquisa e desenvolvimento setorial permitiram à avicultura latino-americana se transformar em uma das mais avançadas do mundo.  Não por coincidência, em 1970 era fundada a ALA”, conclui.

Além de Turra, a ALA contou com outros brasileiros no comando.  É o caso de Ariel Mendes (ex-diretor de relações institucionais da ABPA e atual coordenador do Fórum Paulista do Agronegócio), que já ocupou o cargo de presidente da ALA.  Além de Mendes, também foram presidentes da entidade Alfonso Back e de Laurisnton Von Schmidt, que também fundou a antiga União Brasileira de Avicultura (UBA).

Sobre a ABPA

A ABPA é a representação político-institucional da avicultura e da suinocultura do Brasil. Congrega mais de 140 empresas e entidades dos vários elos da avicultura e da suinocultura do Brasil, responsáveis por uma pauta exportadora superior a US$ 8 bilhões. Sob a tutela da ABPA está a gestão, em parceria com a Apex-Brasil, das quatro marcas setoriais das exportações brasileiras de aves, ovos e suínos: Brazilian Chicken, Brazilian Egg, Brazilian Breeders e Brazilian Pork. Por meio de suas marcas setoriais, a ABPA promove ações especiais em mercados-alvo e divulga os diferenciais dos produtos avícolas e suinícolas do Brasil – como a qualidade, o status sanitário e a sustentabilidade da produção – e fomenta novos negócios para a cadeia exportadora de ovos, de material genético, de carne de frangos e de suínos




MERCADO +

DataProdutoValor
12/02/2021 Congelado +
(kg)
R$ 6,23
12/02/2021 Resfriado +
(kg)
R$ 6,42

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
01 - 05/02/2021 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 112,98
R$ 132,26

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil dezembro 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


Logo Ceva
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies