19 jan 2018

Aditivos fitogênicos potencializando o bem-estar das aves de granja

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

Se o objetivo é conseguir o máximo de rendimento animal e a máxima rentabilidade agrícola, primeiro é preciso garantir a saúde e estabilidade do trato gastrointestinal das aves. No entanto, as aves de granja enfrentam numerosas ameaças para sua integridade intestinal, e não só devido a um aumento mundial dos sistemas de produção sem antibióticos: agora, mais do que nunca, a indústria busca respostas eficazes para superar os problemas causados pelos transtornos intestinais.

Coccidiose: uma ameaça real

A coccidiose é motivo de grande preocupação na produção de frangos de corte e perus em todo o mundo, provocando perdas econômicas de milhões de dólares a cada ano. A coccidiose é uma doença grave, causada por um parasita protozoário que danifica a parede intestinal das aves. Devido à relativa brevidade do ciclo de reprodução dos parasitas, que dura de cinco a sete dias, uma ninhada de aves pode ser infectada em um curto período

coccidiosis

Infecções subclínicas por coccidiose

No caso de infecções subclínicas por coccidiose, o rendimento da produção será reduzido em razão de um crescimento frágil e uma conversão alimentícia deficiente. Além disso, as aves serão mais vulneráveis a outras enfermidades como a enterite necrótica, provocada pelas infecções por Clostridium perfringens ou Salmonella. As contaminações por Eimeria podem ser graves, transformando-se em infecções clínicas se não forem tratadas a tempo.

Distintas espécies de Eimeria

As diferentes espécies de Eimeria provocam síndromes distintas de enfermidades específicas: A Eimeria brunetti é muito patogênica e causa lesões que se limitam à parte inferior do intestino delgado, diferente da Eimeria tenella, que afeta principalmente o ceco, enchendo-o de sangue coagulado, provocando inchaço e levando à presença de sangue nos excrementos (Tabela 1).

coccidiosis

Tabela 1. Resumo da patogenicidade de várias espécies distintas de Eimeria

Contar com um programa de prevenção adequado que inclua o controle permanente da pressão de infecção e métodos de limpeza e desinfecção apropriados

Controlar o risco de coccidiose é uma das ferramentas mais importantes para prevenir outro transtorno intestinal: a enterite necrótica.

Enterite necrótica

A bactéria associada à maioria dos problemas no intestino dos frangos é a Clostridium perfringens, causadora da enterite necrótica. A enfermidade clínica pode ter efeitos devastadores na produção de frangos de corte e perus. Inclusive em forma subclínica, a enterite necrótica pode exercer um impacto negativo considerável sobre os parâmetros de produção, estando associada a problemas de resíduos úmidos e a um rendimento produtivo deficiente.

eimeriaSintomas em surtos de Enterite necrótica de desenvolvimento mais lento
  • Depressão do crescimento
  • Redução da ingestão de alimentos
  • Relutância ao movimento
  • Penas enrugadas

DiarreiaA formação de uma pseudomembrana acoplada à mucosa intestinal, principalmente no intestino delgado, é uma lesão habitual. A hemorragia e a hiperemia podem estar associadas a lesões da mucosa. Ainda não se compreende plenamente a patogênese das enfermidades.

Motivos da enterite necrótica

O Clostridium perfringens também é encontrado no intestino de aves saudáveis. Acredita-se que a enterite necrótica ocorra na presença das seguintes condições:

  • Fatores que provocam danos à mucosa intestinal (por exemplo, a coccidiose)
  • Uma recontagem superior ao normal de Clostridium perfringens no intestino

As toxinas produzidas por essas bactérias (especialmente, a α-toxina e a β-toxina) são um importante fator de virulência, destruindo as membranas celulares e provocando, inclusive, efeitos sistêmicos.

O que são substâncias fitogênicas?

Há quase 30 anos, a empresa austríaca Delacon desenvolve aditivos fitogênicos para alimentos balanceados, oferecendo uma alternativa natural para empresas e produtores pecuários que desenvolvem programas de alimentação animal sem antibióticos. A Delacon é líder mundial em aditivos fitogênicos e, com a ajuda de intensas pesquisas ao longo dos anos, conseguiu tirar esses produtos de origem vegetal de uma posição secundária no mercado transformando-os em produtos de uso majoritário.

Aditivos fitogênicos para alimentos balanceados

Os aditivos fitogênicos para alimentos balanceados são comumente definidos como aditivos para alimentos balanceados de origem vegetal ou botânicos e fazem parte de um grupo de substâncias naturais utilizadas na nutrição animal. Os aditivos fitogênicos derivam de ervas, especiarias, plantas e seus extratos e podem oferecer numerosos grupos de princípios ativos, tais como: substâncias picantes, substâncias amargas, óleos essenciais, saponinas, flavonoides, mucilagens e taninos. Os aditivos fitogênicos para alimentos balanceados oferecem muito mais propriedades além do sabor. Seu principal objetivo, porém, é potencializar o rendimento dos animais.

Combinação de substâncias fitogênicas & ácidos graxos

Outra abordagem alternativa para promover a saúde intestinal dos animais de granja consiste na combinação dos efeitos benéficos dos aditivos fitogênicos com os efeitos antibacterianos dos ácidos graxos esterificados de cadeia curta e média.

alimentación animal

Um estudo realizado nos EUA demonstrou que o Biostrong® Forte da Delacon melhora o rendimento das aves de granja, inclusive em condições de enterite necrótica.

Os resultados (Imagem 1) mostram que, com o aumento do tempo de aplicação da combinação (seguida por uma administração exclusiva de aditivos fitogênicos para alimentos balanceados), há uma melhora do índice de conversão alimentar (ICA) e do peso corporal (PC) em 49 dias.

Quanto ao rendimento, a administração da combinação de aditivos fitogênicos com ácidos graxos esterificados de cadeia curta e média durante 28 dias teve uma eficácia igual à aplicação de 20 ppm de virginiamicina no grupo-controle positivo.

Em comparação ao grupo-controle negativo, essa combinação também reduziu a incidência de lesões por enterite necrótica em 40%, sendo similar ao grupo-controle positivo.

Transtornos intestinais, como a coccidiose ou a enterite necrótica, são fatores que reduzem o rendimento da produção de aves de granja, restringindo o bem-estar dos animais e provocando drásticas perdas econômicas nos sistemas de produção em todo o mundo. Os aditivos fitogênicos para alimentos balanceados podem contribuir para manter a integridade intestinal nos frangos de forma segura e natural, objetivo principal particularmente em produções pecuárias que não utilizam – ou utilizam de forma reduzida – agentes antimicrobianos.

Os aditivos fitogênicos para alimentos balanceados, por conterem grande variedade de princípios ativos, são uma das ferramentas mais promissoras e importantes para combater problemas intestinais na produção pecuária. Demonstrou-se que, a partir de uma estratégia de alimentação integrada, os aditivos fitogênicos são eficazes para melhorar o rendimento das aves de granja, inclusive em condições difíceis, se combinados com ácidos graxos de cadeia média.

A Delacon, pioneira e líder mundial em aditivos fitogênicos para alimentos balanceados que deixam a natureza agir, desenvolveu o Biostrong® Forte, uma potente ferramenta para a produção de aves de granja sem antibióticos.




MERCADO +

DataProdutoValor
13/08/2020 Congelado +
(kg)
R$ 5,14
13/08/2020 Resfriado +
(kg)
R$ 5,06

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
27 - 31/07/2020 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 83,91
R$ 104,32

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Junho 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


aviagen
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies