26 fev 2018

Acionistas querem reformular estratégia de gestão da BRF

BRF Petros Previ


AUTOR(ES)

Priscila Beck

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

Em nota divulgada em seu site no final da tarde de domingo (25/2), a Petros, maior acionista da BRF, com 11,41% das ações, informa ter solicitado, em 24/2, a convocação de uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para deliberar sobre a destituição de todos os membros do Conselho de Administração (CA) da empresa de alimentos.

O pedido ocorre após a BRF, maior exportador global de carne de frango, ter reportado prejuízo de 1,1 bilhão de reais em 2017. Junto com a Petros, fundo de pensão dos funcionários da Petrobras, a reivindicação também é assinada pela Previ, fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, que detém 10,66% das ações da BRF.

Além da destituição do Conselho de Administração, as acionistas também reivindicam a aprovação do número de dez membros para compor o referido Conselho e a eleição de novos membros para ocuparem os cargos, incluindo os de presidente, hoje ocupado pelo empresário Abilio Diniz, e de vice-presidente do CA.

“No cumprimento do nosso dever fiduciário, somos movidos a agir em defesa dos interesses de nossos participantes. Somos investidores financeiros e estamos alinhados com os interesses dos demais acionistas. Precisamos buscar a reformulação da estratégia de gestão da BRF para, assim, superar os grandes desafios que a Companhia precisa enfrentar. Infelizmente, a estratégia implementada até o momento não surtiu os resultados desejados”, destaca o diretor de Investimentos da Petros, Daniel Lima.

“É importante que seja formado um grupo forte e atuante no CA, com conselheiros profissionais, independentes e experientes, que deverá ser capaz de imprimir novos rumos e viabilizar a recuperação da companhia, respeitando as melhores práticas de governança”, ressalta Lima.

Caso o pedido de convocação de AGE não seja atendido pelo CA da BRF no prazo legal, os acionistas tomarão as providências cabíveis com base na Lei das S.A..

Petros e Previ angariam apoio

A Isto É Dinheiro traz a informação de que o fundo inglês Aberdeen, que tem 5,02% da BRF e é o principal investidor estrangeiro na companhia hoje, também vai apoiar a iniciativa da Petros e Previ. “O primeiro passo é uma reforma na governança, o que significa uma atualização completa do conselho, incluindo o cargo de presidente”, declarou ao veículo de comunicação, o diretor-geral de equities da Aberdeen Brasil, Peter Taylor.

Segundo aponta a Isto É, a adesão da Aberdeen, além de dar corpo ao movimento, também ajuda Petros e Previ na tarefa de reunir apoio de outros investidores. Segundo Taylor, a Aberdeen começará a conversar a partir de agora com outros fundos estrangeiros.

A gestora carioca JB Investimentos, do ex-presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e ex-BNDES José Luiz Osório, também afirmou que está do lado dos fundos. “Embora a trajetória de todos os atuais membros do conselho seja ótima, concordamos que a empresa precisa de renovação”, disse Osório à Isto É Dinheiro. A JB tem pouco menos de 1% da BRF.

Com informações da Petros e Isto É Dinheiro




MERCADO +

DataProdutoValor
14/01/2021 Congelado +
(kg)
R$ 5,87
08/01/2021 Resfriado +
(kg)
R$ 5,92

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
04-08/01/2021 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 96,92
R$ 110,45

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil setembro 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


Logo Ceva
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies