23 out 2017

ACAV adquire equipamento para emergências avícolas

ACAV


AUTOR(ES)

Priscila Beck

Diamond V

A Associação Catarinense de Avicultura (ACAV) adquiriu um equipamento para ser aplicado em possíveis situações de emergências avícolas. O AVI Foamguard ST3, da marca Kifco, foi apresentado na semana passada a representantes de entidades de defesa sanitária de Minas Gerais, Santa Catarina e Paraná, além da Associação Brasileira da Proteína Animal (ABPA).

Fabricada nos Estados Unidos, a máquina tem a funcionalidade de eliminar lotes de aves de forma rápida. A máquina asperge uma espuma atóxica e biodegradável, que permite eliminar rapidamente grandes plantéis, mais precisamente, 1.000 aves por minuto.

Trata-se de uma das etapas de ação coordenada no caso de detecção, por exemplo, de um foco de Influenza Aviária. O Brasil vem ampliando os debates entre órgãos governamentais e setor produtivo a respeito de aprimorar, cada vez mais, a biosseguridade dos plantéis avícolas, assim como se preparar para uma possível emergência sanitária.

Em Seminário realizado em Campinas no mês de abril, o coordenador do Programa de Sanidade de Avícola (PNSA) do MAPA, Bruno Pessamillo, chamou a atenção para a necessidade de o setor produtivo estar preparado para uma situação de emergência.

“A gente precisa ter o setor produtivo perfeitamente alinhado ao serviço oficial, com estratégias definidas, planos de contingência, para que possamos executar um plano de emergência efetivo”, salientou Pessamillo.

No último mês de agosto,  um treinamento para emergência contra Influenza Aviária, foi realizado com técnicos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e de alguns órgãos estaduais de defesa sanitária animal. Na ocasião, o diretor de área do Serviço de Inspeção e Sanidade Animal e Vegetal dos Estados Unidos (APHIS, na sigla em inglês), Conrad Estrada, reforçou a necessidade de estar preparado para as ações de emergência de enfrentamento à doença porque ela deve chegar, embora não se saiba quando.

Status Sanitário

O diretor executivo da ACAV, Ricardo de Gouvêa, destaca a gigantesca dimensão da cadeia produtiva catarinense, que é a segunda maior do país, abatendo 1 bilhão de aves por ano, criadas por 10 mil avicultores do sistema de integração agroindustrial. Ele aponta ainda a excelente condição sanitária do Estado, livre de doenças que afetam centenas de países e comprometem a saúde animal de várias espécies.

“O maior patrimônio da cadeia industrial avícola de Santa Catarina, considerada a mais avançada do país, é seu status sanitário”, realça o diretor executivo da ACAV, Ricardo de Gouvêa.  O preço desse status, segundo nota da entidade, é a eterna vigilância e, por isso, agroindústrias, governo e produtores rurais atuam em conjunto para evitar e controlar qualquer ocorrência que possa afetar a segurança sanitária por meio do Plano de Emergência Avícola.

“Se houver necessidade de eliminar alguns plantéis por motivos sanitários, estaremos lidando com milhares e, talvez, milhões de frangos que seriam abatidos  nos próprios estabelecimentos rurais”, salienta Gouvêa. “Isso não pode ocorrer de modo manual e improvisado, mas de forma científica e humanizada”, completa.

Como Funciona

O equipamento, que custou cerca de R$ 200 mil, funciona sobre uma plataforma móvel, podendo ser deslocado em um caminhão, ou puxado por reboque. Sua finalidade é eliminar, de forma rápida, eficaz e segura, lotes de aves que apresentem alguma ocorrência sanitária. Emprega uma tecnologia que combina água com um composto de alta capacidade espuminógena.

À medida que asperge espuma no ambiente, o dispositivo vai se movendo em direção ao conjunto principal, ao qual está ligado por uma mangueira, que serve como tração e duto para água e outros elementos que formam a espuma atóxica e biodegradável. A espuma, em razão do tamanho de suas bolhas, impede a troca de gases pelas aves, que morrem asfixiadas, porém, segundo nota da ACAV, sem sofrimento.

Em apenas 15 minutos, a máquina pode eliminar 15.000 frangos alojados em um aviário padrão de 100 metros de comprimento por 12 de largura. Em 30 minutos elimina 30.000 aves em um grande aviário. É a primeira do país e sua demonstração foi feita sem o emprego de aves na Granja Salvin, área rural de Concórdia.

A máquina de espuma permanecerá baseada na cidade de Concórdia, mas, estará disponível para uso em qualquer município do Estado de Santa Catarina. Em três a cinco horas será possível deslocar-se para qualquer ponto do território barriga-verde para ser utilizado em situações em que houver a necessidade de eliminação de aves em grande quantidade, controlando evento sanitário ou epizootécnico.

Com informações da Assessoria de Imprensa da ACAV




MERCADO +

DataProdutoValor
28/10/2021 Congelado +
(kg)
R$ 6,07
28/10/2021 Resfriado +
(kg)
R$ 6,07

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
19 - 23/10/2020 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 95,94
R$ 115,15

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Junho 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


aviagen
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies