AUTOR(ES)

Fabio Nunes

Consultor em processamento avícola

Diamond V

O mercado mundial de alimentos Kosher está projetado para alcançar os US$ 60 bilhões em 2025, após valer US$ 24 bilhões em 2017, o que representa um crescimento de 250%.

abate kosher

O mercado aponta à população judaica, porém também à população não-judaica, devido ao crescente interesse pela qualidade da dieta, além de razões éticas também. O crescimento do mercado Kosher é atribuído, primordialmente, à concentração da população judaica em regiões específicas do mundo.

Porém, a adoção de alimentos Kosher pelos consumidores vegetarianos, por aqueles conscientes da qualidade de sua dieta e pelos que sofrem de restrições alimentares (intolerantes a lactose, ou celíacos) também contribuirá para o crescimento.

abate kosherA palavra hebraica “Kosher” significa, no contexto das leis da dieta (Kosher), apropriado ou adequado, o que se traduz em que determinado alimento é permitido por elas.

Ainda que benefícios higiênicos correlatos tenham sido atribuídos ao cumprimento da Kashrut (leis dietéticas judaicas), sua maior razão é a de estar em conformidade com a Vontade Divina expressa na Torah, livro sagrado dos judeus.

Os princípios de maior importância do Kashrut estão estabelecidos nos “Cinco Livros de Moisés” e são classificados como “estatutos” – não há razão para realizá-lo de forma distinta à que somos orientados a fazê-lo. Todavia, os rabinos sempre inculcaram sua importância vital para a preservação do estilo de vida judeu.

Mantendo-se Kosher, as crianças, desde tenra idade, aprendem sobre a importância da disciplina e a distinguir entre o que é permitido e não permitido.

abate kosher

A carne, para ser considerada Kosher, necessita atender certos requisitos. 

Segundo a Torah, as únicas carnes que podem ser consumidas são:

  • As dos animais domésticos;
  • As dos de caça “que tenham as patas bipartidas” e “sejam ruminantes”.

Se os animais cumprem com apenas uma das duas exigências (por exemplo, os suínos têm as patas bipartidas, porém não são ruminantes), então sua carne não pode ser consumida.

abate kosher

COM BASE NESSE PRINCÍPIO:

Bovinos
Cordeiros
Cabritos
Vitelos
Gazelas

NO CASO DAS AVES:

Patos
Frangos
Gansos
Perus
Pombas
Faisões

São considerados Kosher.

Para serem certificadas Kosher as aves devem:

Ser abatidas pelo método Shechitah – o corte do pescoço transversal, em meia lua, por uma faca muito afiada (chalef)

O abate deve ser feito por uma pessoa de vida correta, conhecedora das leis Kosher e treinada conforme as leis Judaicas para a função (shochet)

Depois de sangradas, escaldadas em água fria e depenadas, as carcaças são inspecionadas por um mashgiach (supervisor), que busca e separa as defeituosas e/ou as que apresentam ruptura nas vísceras

Finalmente, deve-se assegurar a completa remoção do sangue residual, cujo consumo é non-Kosher, o que é feito pelo enxague em água fria

Salga com sal grosso

Repouso (melicha) seguido de posterior lavagem para remover o sal

Uma vez lavadas, as carcaças são empacotadas em bolsas com o selo de certificação Kosher, armazenadas e/ou despachadas aos mercados.

* Literatura do autor disponível mediante solicitação




MERCADO +

DataProdutoValor
22/10/2020 Congelado +
(kg)
R$ 6,21
22/10/2020 Resfriado +
(kg)
R$ 6,11

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
13 - 16/10/2020 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 96,57
R$ 114,39

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Junho 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


aviagen
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies