23 fev 2018

Abate de frangos no Mato Grosso do Sul cresce 1,53%

abate de frango no mato grosso do sul


AUTOR(ES)

Priscila Beck

Diamond V

abate de frangos no Mato Grosso do Sul (MS) cresceu 1,53% em janeiro de 2018, comparado ao mesmo período de 2017. Enquanto em janeiro do ano passado foram abatidas 14,6 milhões de aves, no mês passado, esse número passou para 14,8 milhões de cabeças de frango.

Em volume de carne de frango produzida, o crescimento foi de 0,31% sobre as 35,1 mil toneladas produzidas em 2017. Os dados fazem parte do boletim Casa Rural Pecuária, produzido pela Unidade Técnica do Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), publicados no último dia 22/2.

O relatório também traz dados sobre as exportações da carne de frango in natura do estado, que no último mês de janeiro totalizaram 13,4 mil toneladas, gerando receita de US$ 23,5 milhões. O volume exportado foi 14,8% inferior às 15,8 mil toneladas registradas em igual período de 2017 e a receita apresentou retração de 18,2% frente aos US$ 28,7 milhões.

“O desempenho foi menor porque os principais players importadores reduziram suas compras. A Arábia Saudita e Hong Kong, compraram 46,8% e 73,7%, respectivamente, a menos que em janeiro/2017”, aponta o relatório.

A China ocupou o primeiro lugar entre os países a importarem a carne de frango do MS, com 20,56% da receita total com exportações. O Japão, em segundo lugar, teve participação de 19,31% e, em terceiro, a Arábia Saudita com 16,85% do faturamento com as vendas da carne de frango sul-mato-grossense para o mercado externo.

O Mato Grosso do Sul figura como o 5o estado brasileiro que mais exportou carne de frango em janeiro de 2018, representando 5,05% da carne de frango brasileira enviada para o mundo. O MS vem atrás do Paraná (37,28%), Santa Catarina (21,46%), Rio Grande do Sul (17,88%) e São Paulo (6,28%).

Em relação à troca média do quilo de frango abatido pelo quilo de milho, em janeiro de 2018, para cada um quilo de frango houve a correspondência de 13,15 quilos de milho.  A relação de troca demonstrou ganho de 6,48% no último mês de janeiro, considerando que em igual período de 2017, a mesma unidade do frango permitia a compra de 12,35 quilos de milho.

Com informações retiradas do relatório FARMASUL

 




MERCADO +

DataProdutoValor
22/01/2021 Congelado +
(kg)
R$ 5,99
22/01/2021 Resfriado +
(kg)
R$ 6,15

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
11-15/01/2021 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 94,62
R$ 110,24

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil setembro 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


Logo Ceva
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies